O SILÊNCIO DOS ÍNDIOS ...




"Nós os índios conhecemos o silêncio.
Não temos medo dele.
Na verdade para nós ele é mais poderoso do que as palavras.
Nossos ancestrais foram educados nas maneiras do silêncio e eles nos transmitiram essa sabedoria.
"Observa, escuta e logo actua" nos diziam.
Esta é a maneira correcta de viver.

Observa os animais, para ver como cuidam de seus filhotes.
Observa os anciões, para ver como se comportam...
Observa o homem branco para ver o que querem.
Sempre observa primeiro com o coração e a mente quietos e então aprenderás.

Quando tiveres observado o suficiente então poderás actuar.
Com os brancos é o contrário.
Vocês aprendem falando.
Dão prémios às crianças que falam mais na escola.
Em suas festas todos tratam de falar.
No trabalho estão sempre tendo reuniões nas quais todos interrompem a todos e todos falam cinco, dez, cem vezes.

E chamam isso de "resolver um problema".
Talvez o silêncio seja duro demais a vocês porque mostram um lado que não quereis ver.
Quando estão numa habitação e há silêncio ficam nervosos.
Precisam preencher o espaço com sons.
Então falam compulsivamente mesmo antes de saber o que vão dizer.
Vocês gostam de discutir.
Nem sequer permitem que o outro termine uma frase.
 Sempre interrompem.

Para nós isso é muito desrespeitoso e muito estúpido inclusive.
Se começas a falar eu não vou te interromper.
Te escutarei.
Talvez deixe de escutar
se não gostar do que estás dizendo.
Mas não vou te interromper.

Quando terminares tomarei minha decisão sobre o que disseste, mas não te direi se não estou de acordo a menos que seja importante.
Do contrário simplesmente ficarei calado e me afastarei.
Terás dito o que preciso saber.
Não há mais nada a dizer.
Mas isso não é suficiente para a maioria de vocês.
Deveríamos pensar nas palavras como se fossem sementes.
Deveriam plantá-las e permiti-las crescer em silêncio.
Nossos ancestrais nos ensinaram que a terra está sempre nos falando e que devemos ficar em silêncio para escutá-la.
Existem muitas vozes além das nossas.
Muitas vozes.
Só vamos escutá-las em silêncio.

"Não sofremos de falta de comunicação mas ao contrário sofremos com todas as forças que nos obrigam a nos exprimir quando não temos grande coisa a dizer".
(Sabedoria indígena)


Norma Villares 

Namasté...

CONSELHOS ...




Para celebrar o envelhecer, uma vez eu escrevi 45 lições que a vida me ensinou.
É a coluna mais requisitada que eu já escrevi.
O meu taxímetro chegou aos 90 em Agosto, então aqui está a coluna mais uma vez:


1. A vida não é justa, mas ainda é boa.

2. Quando estiveres em dúvida, apenas dá o próximo pequeno passo.

3. A vida é muito curta para perdermos tempo odiando alguém.

4. O teu trabalho não vai cuidar de ti quando adoeceres. Os teus pais e amigos vão. Mantém contacto.

5. Paga as tuas facturas do cartão de crédito todos os meses.

6. Tu não tens que vencer todos os argumentos. Concorda para discordar.

7. Chora com alguém. É mais curativo do que chorar sozinho.

8. Está tudo bem se ficares danado com Deus. Ele aguenta.

9. Poupa para a reforma começando com o teu primeiro salário.

10. Quando se trata de chocolate, a resistência é em vão.

11. Sela a paz com o teu passado para que ele não estrague o teu presente.

12. Está tudo bem se os teus filhos te vêem chorar.

13. Não compares a tua vida com a dos outros. Tu não tens ideia do que sepassa na vida deles.

14. Se um relacionamento tem que ser um segredo, tu não deverias estar nele.

15. Tudo pode mudar num piscar de olhos; mas não te preocupes, Deus nuncapisca.

16. Respira bem fundo. Isso acalma a mente.

17. Desfaz-te de tudo o que não é útil, bonito e prazenteiro.

18. O que não te mata, realmente te torna mais forte.

19. Nunca é tarde demais para se ter uma infância feliz. Mas a segunda sódepende de ti e de mais ninguém.

20. Quando se trata de ir atrás do que tu amas na vida, não aceites NÃO como resposta.

21. Acende velas, coloca lençóis bonitos, usa lingerie elegante. Não guardes para uma ocasião especial. Hoje é especial.

22. Prepara-te bastante, depois deixa-te levar pela maré...

23. Sê excêntrico agora, não esperes ficar velho para usar roxo.

24. O órgão sexual mais importante é o cérebro.

25. Ninguém é responsável pela tua felicidade além de ti.

26. Encara cada "chamado desastre" com essas palavras: Em cinco anos, vai importar?

27. Escolhe sempre a vida.

28. Perdoa tudo de todos.

29. O que as outras pessoas pensam de ti não é da tua conta.

30. O tempo cura quase tudo. Dá tempo

31. Independentemente se a situação é boa ou má, irá mudar.

32. Não te leves tão a sério. Ninguém mais leva...

33. Acredita em milagres.

34. Deus Ama-te por causa de quem Deus é, não pelo que tu fizeste ou deixaste de fazer.

35. Não faças auditorias da tua vida. Aparece e faz o melhor dela agora.

36. Envelhecer é melhor do que a alternativa: morrer jovem.

37. Os teus filhos só têm uma infância.

38. Tudo o que realmente importa no final é que tu amaste.

39. Vai para a rua o dia todo. Milagres estão esperando em todos os lugares.

40. Se todos jogássemos os nossos problemas numa pilha e víssemos os de todo o mundo, pegaríamos os nossos de volta.

41. Inveja é perda de tempo. Tu já tens tudo o que precisas.

42. O melhor está para vir

43. Não importa como tu te sintas, levanta-te, veste-te e aparece.

44. Produz.

45. A vida não vem embrulhada num laço, mas ainda é um presente!!!


ESCRITO POR REGINA BRETT, 90 ANOS

Namasté...

O ERRO DOS OUTROS ...


O telefone tocou na farmácia.
Era um médico, extremamente irritado e mal-humorado, exigindo saber por que o farmacêutico tinha dado ao seu paciente um medicamento diferente do que ele havia prescrito na receita.
O farmacêutico, pego de surpresa, não sabia nem o que dizer, então apenas pediu desculpas pelo erro.
Explicou que muitas vezes a farmácia ficava muito cheia e todos clientes queriam ser atendidos rapidamente.
Nesta situação de stress, talvez ele tivesse realmente cometido algum equívoco.

Mas o médico não quis escutar as explicações do farmacêutico e continuou com um longo discurso a respeito da importância de tomarmos cuidado ao dar um remédio ao paciente e a grande responsabilidade que isto envolve.
Deu ao farmacêutico, por alguns minutos, uma grande lição de moral.

Aquela bronca acabou com o dia do farmacêutico, pois ele se sentiu muito culpado.
Ele era uma pessoa cuidadosa, algo assim nunca havia acontecido em toda a sua carreira.
Como ele havia se descuidado e cometido um erro assim tão grave?
Havia colocado em risco a vida de outra pessoa!
Começou a procurar a receita do médico em uma grande pilha de prescrições, para tentar entender qual havia sido seu erro.
Finalmente encontrou a receita e, para sua surpresa, viu que havia entregue os remédios correctos, exactamente como havia sido prescrito.
Foi o médico que tinha cometido um erro, ele tinha escrito o medicamento errado por engano!

O farmacêutico ficou aliviado.
Mas então lembrou-se da lição de moral que havia escutado do médico.
Pegou o telefone, ligou para ele e, muito irritado, desabafou por alguns minutos.
O médico escutou em silêncio e, no final, apenas disse:

- Ei, calma, não fique tão irritado. Qualquer um pode cometer um erro"

Temos que dar aos outros sempre o benefício da dúvida, pois muitos erros que vemos nos outros podem ser, na verdade, erros nossos.

 Desconheço o Autor

Namasté...

A TIGELA DE MADEIRA ...


”Um senhor de idade foi morar com o seu filho, a nora e o netinho de 4 anos de idade. Pela sua já avançada idade, as mãos do  velhinho eram trémulas, a sua visão embaçada e os seus passos vacilantes…

A família comia reunida à mesa. Mas, as mãos trémulas e a fraca visão do avô atrapalhavam-no na hora de comer. As ervilhas rolavam da sua colher e caíam no chão. Quando pegava no copo, o leite era derramado na toalha da mesa. O filho e a nora irritavam-se com a bagunça…

- Precisamos  tomar uma providência com respeito ao pai, disse o filho. Já tivemos suficiente leite derramado, barulho de gente a comer com a boca aberta e comida pelo chão, acrescentou a nora…

Então, eles decidiram colocar uma pequena mesa num cantinho da cozinha. Ali, o avô  comia sozinho enquanto a restante família fazia as refeições à mesa, com satisfação.

Mais tarde, desde que o velhinho quebrara um ou dois pratos, a sua comida passou a ser servida numa tigela de madeira…

Quando a  família olhava para o avô sentado ali sozinho, às vezes ele tinha lágrimas nos seus olhos… Mesmo assim, as únicas palavras que lhe diziam eram ásperas quando ele deixava um talher ou comida cair ao chão.

O menino de 4 anos de idade assistia a tudo em silêncio. Uma noite, antes do jantar, o pai percebeu que o seu filho estava no chão, manuseando pedaços de madeira.

Ele perguntou delicadamente à criança: O que estás a fazer, filho?

O menino respondeu docemente: Oh, estou a fazer uma tigela para você e a mamã comerem, quando eu crescer… O garoto de 4 anos de idade sorriu e voltou ao trabalho.

Aquelas palavras tiveram um impacto tão grande nos pais que eles ficaram mudos! Então lágrimas começaram a escorrer dos seus olhos...

Embora ninguém tivesse falado nada, ambos sabiam o que precisava ser feito. Naquela noite o pai tomou o avô pelas mãos e gentilmente conduziu-o à mesa da família. Dali para a frente e até o final dos seus dias ele comeu todas as refeições com a família.

E por alguma razão, o marido e a esposa não se importavam mais quando um garfo caía, o leite era derramado ou a toalha da mesa ficava suja…”

Esta história, de um autor desconhecido, mostra-nos que as maiores lições de vida por vezes vêm da mão de uma criança…

Namasté...

HÁ GRANDE TREMOR ACONTECENDO AGORA MESMO DENTRO DE MUITOS, POR TODO O PLANETA…

HÁ GRANDE TREMOR ACONTECENDO AGORA MESMO DENTRO DE MUITOS, POR TODO...

Mensagem de Jeshua
Canalização: Faye Rouchi
postada em 03 de julho de 2011



Há grande tremor acontecendo agora mesmo dentro de muitos, por todo o planeta.

Então, se não há nenhum planeta, se é só vibração traduzida como um planeta, o que isto realmente significa?

Retirando todas as histórias, todos os contextos históricos aqui, puramente em um nível enérgico, nós podemos discutir isto.

Mas primeiro, vou prefaciar que todas as traduções de vibração que vocês veem são somente símbolos, símbolos que muitos compartilham e muitos símbolos mais individuais também.

A Terra é um símbolo que vocês compartilham.

A Terra serve como um símbolo que define a energia, a consciência de um ser, uma irmã para vocês, que vocês chamam de Gaia.

Muito muda nesse corpo, Terra, conforme a energia de Gaia muda, conforme a consciência dela muda.

Isto afeta todas as energias que estão combinadas com a energia dela.

Esta combinação pode ser chamada de holográfica; significando que uma mudança em um é uma mudança em TODOS.

Assim, já que cada um de vocês muda sua energia, sua vibração, sua consciência, TODOS são mudados.

Conforme estas mudanças ocorrem seus símbolos mudam, como padrões climáticos, terremotos, explosões solares, etc.

Todas estas ocorrências são símbolos de mudança.

É bom pensar nos elementos aqui, fogo e água.

Fogo, transformação; água, luz líquida, luz condensada em água.

Fogo e água compartilham muitos atributos, mas uma diferença principal é a temperatura, quente e frio, água/frio/congelado… fogo/quente/líquido em suas alterações mais extremas.

Estes dois elementos se combinam dentro do ar, a atmosfera, onde eles são mais difíceis de compreender para o humano já que eles parecem perder a forma visual e física.

O vento é criado com a dança da água e do fogo.

Pensem nestas coisas ao verem os padrões climáticos e tal, e vejam as mensagens que eles têm para vocês, coletiva e pessoalmente.

Qualquer padrão climático que vocês experimentam pessoalmente, vocês o criaram por conta própria, dentro de seu próprio Universo pessoal na ocasião, ou coletivamente.

Há uma mensagem aí para vocês sobre o que está se passando dentro de vocês.

Muitas vezes isto será óbvio para vocês, outras vezes será menos óbvio.

Eu lhes recomendo que comecem relacionar o tempo como um indicador de sua liberação de energia e de sua expansão de consciência.

Vocês conhecerão a dança muito pessoal que vocês realizam uns com os outros, o modo como vocês interagem com os elementos e os instruem em suas criações com eles.

Solidez é uma ilusão, símbolos que sua mente usa para traduzir a energia em forma para vocês.

Comecem a observar o que parece sólido de um modo mais simbólico.

Não há nenhuma necessidade de analisar, apenas simplesmente observem.

Lembrem-se: vocês são os mágicos, os condutores destas coisas.

Não os tomem por certo.

Observem mais de um modo simbólico.

Vejam o mundo como sua pintura em uma tela.

Hoje vocês escolheram a cor azul, ontem foi o vermelho, por exemplo.

Olhem para o que vocês vieram conhecer como mundo e comecem a reconhecer o que vocês estão usando para pintar determinado quadro.

Passem a reconhecê-lo como seu reflexo, o que ele verdadeiramente é.

Vocês pintaram principalmente sorrisos ou carrancas bravas nas faces de seus irmãos e irmãs?

É suficiente apenas simplesmente observar isto, porém saibam que como o artista, vocês podem mudar os componentes.

Para fazer isto, simplesmente tenham a intenção.

Tenham a intenção de ver mais sorrisos em sua pintura.

Vejam como vocês afetam o reflexo e o reflexo afeta vocês.

É uma dança maravilhosa que vocês realizam como os mágicos de sua realidade na Terra.

Lembrarem-se disto, reconhecerem isto do modo correto, os põe no modo de criador, bem longe do modo de vítima.

E também eleva sua perspectiva do seu Eu e os alinha com uma visão mais Cósmica.

Vocês são artistas e vocês estão pintando seu mundo, seu caminho, e em todos os momentos.

Não é para vocês aprenderem a fazer isto, pois vocês já estão fazendo isto, mas é sábio vocês começarem a reconhecer isto, darem-se conta disto.

É SUA realidade e vocês podem pintá-la de qualquer modo que vocês desejarem.

Nós somos Um.

Eu sou Jeshua, conhecido por vocês como Jesus, mas na Verdade eu sou vocês, pois vocês são o Cristo, em Unidade
nós somos a Consciência do Cristo.



fonte: http://lightworkers.org/
Tradução: SINTESE
http://blogsintese.blogspot.com/

Namasté...