DOR DE CABEÇA ...



Era uma sexta-feira. Muita gente aglomerava-se em volta de Chico. Ele, de pé, abraçava um, dirigia a palavra a outro. Quando aproximou-se dele uma jovem senhora, reclamando de forte dor de cabeça. Chico a ouviu atentamente e convidou-a a sentar-se na assistência para participar do encontro.

A palestra correu normalmente.

Depois da meia-noite, termina a reunião, a senhora que reclamara da dor de cabeça achegou-se ao médium, com a fisionomia radiante e feliz. A dor de cabeça cessara nos primeiros minutos das tarefas. Chico sorriu docemente, despedindo-se dela com carinho. Instantes depois, explicou:

- Emmanuel me disse que aquela senhora teve uma discussão muito forte com o marido, chegando quase a ser agredida fisicamente. O marido desejou dar-lhe uma bofetada e não o fez por recato natural. Contudo, agrediu-a vibracionalmente, provocando uma concentração de fluidos deletérios que lhe invadiram o aparelho auditivo, causando a dor de cabeça. Tão logo começou a reunião, Dr. Bezerra colocou a mão sobre sua cabeça e vi sair de dentro de seu ouvido um cordão fluídico escuro, negro, que produzia a dor. Eu estava psicografando mas, orientado por Emmanuel, pude acompanhar todo o fenômeno.

“O grito de cólera é um raio mortífero, que penetra o círculo de pessoas em que foi pronunciado e aí se demora, indefinidamente, provocan¬do moléstias, dificuldades e desgostos.” –
Néio Lúcio, psicografia de Chico Xavier


“Quando haja de reclamar isso ou aquilo, espere que as emoções se mostrem pacificadas, um grito de cólera, muitas vezes, tem a força de um punhal.” - André Luiz, psicografia de Chico Xavier


Namasté...

RELIGIÃO ...



" Eu costumava dizer :" eu sou hinduísta, você é cristão".
Agora já não sou capaz de proferir esse tipo de afirmações.
A minha visão das coisas mudou. Neste momento eu diria : "quer esteja a orar a uma estatueta de Cristo ou a adorar uma imagem de Krishna, somos todos filhos do mesmo Pai que é o nosso Deus único".
A religião já não tem sentido na sua forma absoluta. Quando a religião não vai mais alem dos rituais, é supérflua e vã.
Só quando há um verdadeiro entendimento e a verdade se encontra, é que será capaz de sentir o verdadeiro poder da religião.
O poder de Deus não está ao nosso alcance para que o utilizemos a lutar com o próximo. 
O poder de Deus está ao nosso alcance para que possamos levar a paz aos outros.
A verdadeira religião anuncia e ensina a PAZ..." 

Excerto do livro Companheira de Deus de Dadi Janki - BK


Namasté...

NÃO SE ESQUEÇA DE QUEM VOCÊ É ...



Você pode estar sofrendo e reclamando dos problemas da sua vida, lamentando-se pelo número de situações negativas, as quais estão sucessivamente sendo atraídas para você.

Dores, doenças, crises e conflitos diários, falta de prosperidade, falta de sucesso pessoal, ansiedade e saúde frágil. Tudo isso tem uma causa: você se esqueceu!

Esqueceu-se de que quando olha para dentro de você, com sinceridade e analisa cada problema, na sua causa essencial, tem grandes chances de ser feliz!

Esqueceu-se de que quando você reclama dos sofrimentos é porque preferiu achar culpados. Você se esqueceu de que se algo vai mal, você pode mudar com base em acções novas, pensamentos modificados e hábitos renovados.

Esqueceu-se de que a força da sua alma é ilimitada e o tempo que você desperdiça focando na lamentação dos problemas é o mesmo precioso tempo que você poderia utilizar para sintonizar-se com a sua alma e com a força da sua espiritualidade. Você se esqueceu de concentrar tempo em reconhecer os seus princípios, virtudes e valores, pois eles são a sua força!

Esqueceu-se de buscar o caminho para a realização da missão da sua alma, pois esse é o caminho da verdade do seu espírito.

Esqueceu-se de querer ser feliz.

Você se distraiu... Você se esqueceu... Você se alienou da sua causa maior...

Pare agora! Analise a sua vida com as lentes da sua alma.

Dê uma nota de 0 a 10 para cada aspecto importante de sua vida e não pare de agir até que todos eles estejam nota 10!

Com atenção a isso, você nunca se esquecerá!

Quais são os seus sonhos?

O que você está fazendo para alcançá-los?

A forma como você está agindo actualmente vai lhe levar até onde?

Pense, reflicta, reforme-se.


Lembre-se de quem você é e ilumine-se!

Escrito por Bruno Gimenes (Revista Cristã de Espiritismo)


Namasté...

DANÇA LENTA ...




Alguma vez você já observou crianças num carrossel?
Ou já ouviu a chuva batendo no chão?
Alguma vez já seguiu o voo errático de uma borboleta?
...ou fixou  olhar no sol do crepúsculo?
É melhor você diminuir o passo...
Não dance tão depressa... o tempo é curto, a música vai acabar...
Você corre através de cada dia voando?
Quando você pergunta "Como vai?"
Você escuta a resposta?
Quando o dia finda você fica deitado na cama, com os próximos afazeres rolando por sua cabeça?
É melhor você diminuir o passo... o tempo é curto a música vai acabar...
Você disse alguma vez a uma criança: "Vamos deixar para fazer isso amanhã?"
E na sua pressa, não viu a tristeza dela?
Perdeu contato, deixou uma boa amizade morrer porque você nunca tinha tempo para ligar e dizer "Oi"?
É melhor você diminuir o passo...
Não dance tão depressa... o tempo é curto, a música vai acabar...
Quando você corre tão depressa para chegar a algum lugar, você perde metade da satisfação de chegar lá.
Quando você se preocupa e se apressa em seu dia todo,  é como se fosse um presente que não foi aberto...um presente jogado fora!
A vida não é uma corrida...leve-a mais devagar.
Ouça a música, antes que a canção ACABE!
Se estamos aqui nessa vida material, tem uma razão maior de ser, então...
Vamos crescer!


Paz e Luz em seu coração



(desconheço autoria)



Namasté...

DECISÃO DE SER FELIZ ...


"Empenha-te ao máximo para tornar tua vida agradável a ti mesmo e aos outros.

É importante que, tudo quanto faças, apresente um significado positivo, motivador de novos estímulos para o prosseguimento da tua existência, que se deve caracterizar por experiências enriquecedoras.


Se as pessoas que te cercam não concordarem com a tua opção de ser feliz, não te descoroçoes, e, sem qualquer agressão, continua gerando bem-estar.

És a única pessoa com quem contarás para estar contigo, desde o berço até o túmulo, e, depois dele, como resultado dos teus atos…

Gerar simpatia, produzindo estímulos otimistas para ti mesmo, representa um crescimento emocional significativo, a maturidade psicológica em pleno desabrochar.

É relevante que o teu comportamento produza um intercâmbio agradável, caricioso, com as demais pessoas. No entanto, se não te comprazer, transformar-se-á em tormento, induzindo-te a atitudes perturbadoras, desonestas.

Tuas mudanças e atitudes afetam aqueles com os quais convives. É natural, portanto, que te plenificando brindem-te com mais recursos para a geração de alegrias em volta de ti.

Todos os grandes líderes da Humanidade lutaram até lograr sua meta – alcançar o que haviam elegido como felicidade, como fundamental para a contínua busca.

Buda renunciou a todo conforto principesco para atingir a iluminação.

Maomé sofreu perseguições e permaneceu indômito até lograr sua meta.

Gandhi foi preso inúmeras vezes, sem reagir, fiel aos planos da não-violência e da liberdade para o seu povo.

E Jesus preferiu a cruz infamante à mudança de comportamento fixado no amor.

Todos quanto anelam pela integração com a Consciência Cósmica geram simpatia e animosidade no mundo, estando sempre a braços com os sentimentos desencontrados dos outros, porém fiéis a si mesmos, com quem sempre contam, tanto quanto, naturalmente, com Deus."





Joanna de Ângelis – psicografia de Divaldo Pereira Franco

Do site da Instituição Espírita Joanna de Ângelis



Namasté...

A SABEDORIA DO SILENCIO INTERNO ...



O teu silêncio interno torna-te impassível.
Se fizeres uso regular, podes educar o teu ego, que tem o mau costume de estar a falar o tempo todo.
Progressivamente desenvolverás a arte de falar sem falar, e a tua verdadeira natureza interna substituirá a tua personalidade artificial, deixando aparecer a luz do teu coração e o poder da sabedoria do silêncio.

Procura ser breve e preciso, já que cada vez que deixares sair uma palavra, deixas sair uma parte do teu chi (energia).
Assim aprenderás a arte de falar sem perder energia.

Tudo o que o que te incomoda nos outros é uma projecção do que não venceste em ti mesmo.
Procura ocupares-te de ti mesmo, sem te preocupares em te defenderes, pois isso só aumenta a impressão de falso poder do outro. Julgar é uma maneira de esconder as nossas próprias fraquezas.
O sábio tolera tudo sem dizer uma palavra.

Não saber é muito incómodo para o ego porque ele gosta de saber tudo, ter sempre razão e dar a sua opinião muito pessoal. Mas, na realidade, o ego nada sabe, simplesmente faz acreditar que sabe.

Aprende a ser como o universo, a escutar e a refletir a energia, as suas emoções densas ou preconceitos.
O universo é o melhor exemplo de um espelho que a natureza nos deu, porque aceita, sem condições, os nossos pensamentos, emoções, palavras e acções, e envia-nos o reflexo da nossa própria energia através das diferentes circunstâncias que se apresentam nas nossas vidas.

Converte-te no seu próprio mestre e deixa os demais serem o que têm a capacidade de ser.
Não entregues a responsabilidade pela tua vida e saúde nas mãos dos outros, que não podem conhecer realmente, a fundo, o que os teus corpos precisam (físico, emocional, mental, espiritual).


Apenas tu mesmo pode acessar esse conhecimento, com a tua intuição.
Graças a essa força, atrairás para ti tudo o que necessitas para a tua própria realização e completa libertação.


(autor desconhecido)

Namasté...