A MISSÃO ...




A missão é todos os dias. O que é que isso quer dizer? Eu explico.

Uma parte de vocês acha que a sua missão na terra é grandiosa. A outra grande parte julga que a sua missão deverá ser, necessariamente, uma tarefa profissional. E outra considerável parte pensa que irá encontrar a missão se seguir os sinais. O que não é mentira de todo. Mas os sinais de que falo não são os sinais exteriores, não é algo que te acontece, não é uma coisa da qual te lembras de repente.

Um sinal, antes de tudo, é algo que se sente. A verdade é que nenhuma dessas partes sabe o que é a missão. Nem tu. A missão na terra é algo tão intrínseco, tão interior, que nunca pode começar por fora. Nunca pode começar na matéria. Tem de, necessariamente, nascer de dentro. Tão-pouco pode começar na cabeça, na mente. Tem de começar no coração.

A busca começa dentro de ti. A tentares conhecer-te. A tentares modificar essa energia. A tentares subir. Se te comprometeres com essa tua busca pessoal, mais cedo ou mais tarde encontrarás a tua essência. E esta ganhará força, auto-estima, confiança, e irá direccionar-te para o que ficou combinado vir fazer à terra.

Começarás devagar, olhando cada pessoa nos olhos, olhando-te a ti próprio nos olhos, a dar carinho e afecto a cada pessoa que se cruzar no teu caminho – fazendo o teu próprio processo de luto da dor, para tirá-la do teu peito e para que possas ser carinhoso sem fingir. E nesse processo de se encontrar e de dar amor – a si e aos outros –, um dia, sem que possas prever, estarás no centro da tua missão. Boa jornada.



O LIVRO DA LUZ – Pergunte, O Céu Responde,

de Alexandra Solnado



Namasté...

Sem comentários: