VOCE QUER SER FELIZ OU TER RAZÃO ? ...




Você já reparou como facilmente somos gentis, inteligentes, simpáticos com pessoas estranhas e justamente na nossa casa?
Com os nossos familiares costumamos muitas vezes nos mostrar muito mais fechados, irritados e carrancudos.

Já reparou como as pessoas do convívio diário tiram você do sério?

Claro que cada pessoa tem seu limite, tem suas razões e seus momentos de harmonia e desarmonia, mas a família é um teste.
Você já se perguntou por quê?

Nos ensinamentos espirituais, aprendemos que normalmente a família é o berço do aprendizado e dos resgates kármicos porque nela se encontram nossos mais queridos amores e também nossos mais complicados desafetos, justamente porque é ali que nossas arestas são lapidadas.
É na família que temos a liberdade de ser nós mesmos, sem máscaras, sem regras sociais, mas será que exatamente por conta dessa liberdade temos o direito de sermos desrespeitosos e mal educados?
Será que porque temos que conviver com essas pessoas temos o direito de mostrarmos nossa contrariedade e mal humor?

Uma criança, "supostamente", não escolhe de quem será filha, mas crescendo é naturalmente convidada a aprender e melhorar seu comportamento.
Uma vez, ouvi um amigo dizer que quando crescemos podemos ou não abrir mão de uma herança maligna.
O que significa que, tendo consciência, não devemos mais nos esconder atrás de comportamentos negativos de nossos pais e familiares.
Podemos dizer não a algo que vem conosco de berço.
Podemos mudar.
E muitas vezes é esse o grande convite da nossa encarnação.

Felizmente, muitas histórias não precisam terminar em separação e ranger de dentes. Podemos construir amor em nossas vidas,
Podemos encontrar outras pessoas e criar um novo núcleo familiar,
Podemos viver da forma que desejarmos viver, porém, seja qual for o tipo de sua família, pode ter certeza que os desafios da convivência continuarão a bater em sua porta.
Pode ser que você deseje morar sozinho para se proteger da intimidade complicada, mas se assim for, outros núcleos passarão a incomodar você.
Quem não tem que conviver com pessoas diferentes no trabalho?
Nos estudos?
Ou ate mesmo nos locais "sagrados"?

A vida vai juntando as pessoas justamente porque precisamos da experiência de lidar com o outro e com os desafios que ele nos trás.

Os filhos também não vêm prontos.
Quem já teve filhos, sabe muito bem que cada pessoa é um universo;
Crianças criadas numa mesma casa, com os mesmos pais podem ser completamente diferentes.
E essas diferenças costumam se mostrar já quando são bebês.
E isso é natural porque somos almas que vêm para este plano de existência com suas histórias e seus desafios.
Porém, ninguém vem totalmente pronto.
Todos nascemos para nos aprimorar.

Se você não está muito bem em sua casa
Pense no que pode ser feito para melhorar a convivência, já que nem sempre é possível sair e fechar a porta atrás de si.
Será que ficar mais em silêncio não ajudaria?
Será que sublimar certas provocações também não seria saudável?
Será que aceitar as diferenças nao seria mais "familiar"?


Com certeza,
Em alguns momentos você pode ter razão e até sentir necessidade de afirmar seu ponto de vista,
Mas muitas vezes vale muito mais deixar as situações passarem e se dissolverem por si mesmas.
Como diz Sai Baba:
"Você quer ser feliz ou ter razão?"


Maria Silvia Orlovas

Namasté...

Sem comentários: